16/07/2015

SQUASSONI DISCUTE SETOR PORTUÁRIO COM MINISTRO EDINHO ARAÚJO, AÉCIO E SERRA

Gargalos logísticos nos acessos rodoviários ao Porto de Santos e o crescente problema dos roubos de cargas foram temas levantados pelo deputado Marcelo Squassoni (PRB/SP)

Brasília (16/07/2015) – Os recorrentes problemas de acesso ao Porto de Santos, bem como a ideia do Governo Federal de instalar chips de monitoramento na frota de caminhões do País foram dois dos temas levados pelo deputado federal Marcelo Squassoni (PRB/SP) a uma mesa de discussões sobre o setor, nesta quarta-feira (16/5), em Brasília. Entre outros, participaram do encontro o ministro dos Portos, Edinho Araújo, e os senadores Aécio Neves e José Serra (ambos do PSDB).

O grupo recepcionou a comitiva organizadora do Fórum Internacional para a Expansão do Porto de Santos - Santos Export, uma iniciativa do Sistema A Tribuna de Comunicação, de Santos, que esteve na Câmara dos Deputados e no Senado. Assim como o ministro, Squassoni, que é coordenador da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Roubo de Cargas do Congresso e bastante envolvido com as questões relacionadas ao desenvolvimento do Porto de Santos, confirmou presença no evento, que realizará, na cidade, sua 13ª edição, nos próximos 10 e 11 de agosto.

O Seminário tem como objetivo reunir e estimular a discussão para a busca de soluções para a ampliação e modernização do Porto de Santos. A escolha do tema central deste ano – os problemas de acesso e os gargalos viários do cais santista – é de extrema relevância para o cenário atual em nível nacional, de acordo com Squassoni.

“As cidades de Guarujá e de Santos sediam o maior porto do Hemisfério Sul e nossa intenção é criar ferramentas para ajudar na necessária luta pelo desenvolvimento do setor. Torná-lo ainda mais competitivo é essencial para estimular nosso comércio exterior, que é o melhor, senão o único caminho capaz de abrandar, o mais rápido possível, os efeitos da crise econômica que nos abate nesse momento”, analisou o parlamentar.

Falando direto ao ministro, o deputado pediu apoio para medidas que aperfeiçoem a segurança dos caminhoneiros e ressaltou a urgência de ser colocado em prática o projeto de recadastramento e instalação de chips na frota de caminhões brasileira. “É um importante alento para o combate ao roubo de cargas, um problema crescente que causa prejuízos calculados em R$ 1 bilhão ao ano no País. Estamos lutando para que o Governo arque com essas despesas ou ao menos subsidie-as”.

Participaram do encontro, ainda, prefeitos e empresários do setor portuário, unânimes em reivindicar mais investimentos em infraestrutura para o setor portuário na Baixada Santista.

Recuperação
Segundo a Secretaria Especial dos Portos da Presidência da República, o movimento de cargas do Porto de Santos inicia o ano de 2015 estabelecendo a segunda maior marca para o mês de janeiro, atingindo 7,5 milhões de toneladas, superando em 8,9% o volume operado no mesmo período do ano passado (6,8 milhões t). A maior movimentação foi registrada em janeiro de 2013 (7,9 milhões t).

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Deputado Marcelo Squassoni
Samanta Flor - (61) 3215 5550
Tadeu Ferreira Jr. - (13) 99133-8813