19/05/2015

CPI DA PETROBRAS: EM LONDRES EXECUTIVO REVELA PAGAMENTO DE PROPINA

Revelação foi feita hoje (19/5) ao deputado Marcelo Squassoni e demais membros de missão oficial da CPI, em missão oficial na Inglaterra

Em oitiva realizada na manhã de hoje (19/5) em Londres, o ex-diretor da companhia holandesa SBM Offshore, Jonathan Taylor, revelou a existência de pagamento de propina entre sua antiga empresa e a Petrobras. As informações foram repassadas ao deputado federal Marcelo Squassoni (PRB/SP) e demais membros da missão oficial da CPI da Petrobras.

Segundo Taylor, a empresa holandesa pagou propina a funcionários da Petrobras para celebrar contratos de aluguel de plataformas. Em oitiva, o executivo afirmou que dos 3% pagos ao agente da empresa, 2% eram propina. Ele disse ter encaminhado denúncia à Controladoria Geral da União (CGU) em agosto de 2014.

O requerimento para ouvir Taylor foi aprovado na CPI em abril último.

“A denúncia é grave, apoiada em slides e gravações de áudio e será devidamente encaminhada aos trabalhos da CPI. Vamos dar seguimento às apurações e buscar punir os envolvidos, a partir das devidas comprovações”, afirmou Squassoni.

Além dele, integram a missão oficial da CPI em Londres os deputados Antonio Imbassahy (PSDB-BA), André Moura (PSC-SE), Bruno Covas (PSDB-SP), Celso Pansera (PMDB-RJ), Efraim Filho (DEM-PB) e Leo de Brito (PT-AC), além de Marcelo Manzan Guimarães, consultor legislativo da Câmara.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Deputado Marcelo Squassoni
Samanta Flor - (61) 3215 5550
Tadeu Ferreira Jr. - (13) 99133-8813