25/11/2015

AVISO DE PAUTA: PRESIDENTE DA USIMINAS DEPÕE AMANHÃ (26) NA CPI DO BNDES

Convocado a pedido do deputado Marcelo Squassoni (PRB), executivo dará explicações sobre empréstimos bilionários autorizados antes das demissões anunciadas em Cubatão

Acontece amanhã (26), a partir das 9h30, na Câmara dos Deputados, o aguardado depoimento do diretor-presidente da Usiminas, Rômel Erwin de Souza, à CPI do BNDES. Convocado a partir de requerimento do deputado federal Marcelo Squassoni (PRB), que é um dos vice-presidentes da CPI, Souza explicará o anunciado fechamento da planta da companhia em Cubatão, mesmo após ter obtido autorização para captar financiamento de R$ 2,3 bilhões junto ao BNDES, sob a justificativa de ampliar e modernizar suas unidades na Baixada Santista e em Ipatinga (MG).

Se concretizado, o anunciado fechamento da Usiminas em Cubatão deve acarretar no fechamento de quatro mil postos de trabalho diretos e mais de 10 mil indiretos, o que causa enorme preocupação não só na cidade – que estima perda de aproximadamente R$ 100 milhões por ano na arrecadação de impostos –, mas em toda a Baixada Santista.

Além do diretor-presidente da Usiminas, Squassoni requereu a convocação do presidente do Conselho de Administração da empresa, Marcelo Gasparino.

Providências
Em audiência no último dia 17 com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, Squassoni ouviu que o Governo estuda adotar medidas protecionistas para o aço brasileiro. Antes disso, em 4 de novembro, o deputado esteve com o ministro do Trabalho e da Previdência, Miguel Rossetto, que informou que proporia à siderúrgica a suspensão das demissões por pelo menos três meses. No dia 6, Squassoni procurou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que também prometeu apoio à causa.

Na reunião de 5 de novembro, a CPI do BNDES já havia aprovado outro requerimento de Squassoni que exige do banco o fornecimento das cópias de todos os processos de financiamento obtidos pela Usiminas nos últimos anos. “Vamos apelar a todas as esferas e investigar a fundo para saber se é realmente necessária essa drástica medida que é o fim da produção de aço na Baixada”, afirmou Squassoni.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Deputado Marcelo Squassoni
Samanta Flor - (61) 3215 5550
Tadeu Ferreira Jr. - (13) 99133-8813